Como usar seu dinheiro para investir em Artes?

Transforme R$100 em R$5000!
Como investir em Artes?

Investir em artes é, assim como qualquer outro investimento, um processo que leva tempo e muita dedicação do investidor. Isso acontece porque o interessado em investir em artes deverá pesquisar bastante para não alocar seu dinheiro em um investimento errado. Confira algumas dicas para transformar um pequeno investimento em um bom retorno investindo em artes!

 

Quero investir em artes. Por onde começo?

O primeiro passo para começar a investir em artes é começar a frequentar exposições em museus e galerias. Fique de olho nos nomes que aparecem nas galerias de arte virtuais também, investir em artes de artistas emergentes é uma boa opção para aquelas pessoas que já tem um olhar mais crítico sobre as obras e consegue perceber quando um artista será valorizado.

Para começar a investir em arte, uma pessoa pode optar por entrar em contato com profissionais ou até mesmo com galerias de arte para conhecer melhor as formas de investimento e quais são os artistas do momento.

Existem dois caminhos que um investidor de artes pode seguir: optar por artistas famosos ou investir em artistas emergentes. Normalmente, pessoas que não possuem nenhuma experiência com investimento em arte, escolheriam colocar seu dinheiro em nomes famosos.

Porém, é preciso pensar que quanto mais famoso o artista, mais caro será o investimento na obra. É por esse motivo, e alguns outros, que investir em artistas novos também é uma opção lucrativa!

Um exemplo de investimento em uma artista emergente foi o caso de Beatriz Milhazes, uma artista brasileira nascida em 1960. Apesar de ser uma artista nova, sua técnica e obras foram valorizadas em pouquíssimo tempo, fazendo com que os investidores obtivessem lucro.

Dicas para fazer um bom investimento em artes

Uma dica importante é acompanhar as exposições e trabalhos feitos pelos artistas, para entender melhor sua trajetória. Caso o artista já participe de leilões, também é possível perceber se a procura por suas obras é grande. Esses são alguns insights que mostram que o artista e suas obras serão valorizadas.

Para começar a investir em artes, é preciso que o investidor tenha em mente que não se trata apenas do retorno financeiro e sim uma aquisição para o seu acervo pessoal de arte. É por esse motivo que o investidor deverá comprar obras que sejam do seu gosto pessoal e que sejam esteticamente agradáveis a ele.

Investir em artes pode parecer um processo complicado em um primeiro momento mas, algumas informações importantes podem ajudá-lo a não cometer erros de principiante:

  • Muitas galerias e museus aceitam pagamentos parcelados das obras, pesquise bem antes de fazer o seu investimento;
  • Conheça a história do artista, se possível, entre em contato com ele para entender seus planos para o futuro;
  • Investir em artes é um processo de retorno à médio ou longo prazo, algumas obras e artistas podem demorar anos para serem reconhecidas e valorizadas. Ter paciência pode ser a sua melhor ferramenta.
  • Optar por investir em obras de artistas novos custa muito mais barato do que artistas renomados. Uma obra de um artista emergente pode custar entre R$100 a R$500 reais.

Conheça a Galeria Céu!

A Galeria Céu surgiu com o intuito de juntar artistas emergentes com um mesmo propósito, transformar a arte em algo acessível para todos os públicos e abrir um espaço para o reconhecimento de artistas emergentes.

Conheça as obras da Galeria Céu e comece agora a investir em artes!

Conheça mais como investir em arte? Assine nossa Newsletter Agora:

Escreva sua mensagem

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

CART

X